Mr. Brightside

mr-brightsideÉ simplesmente impossível escolher UMA música preferida, mas se eu fizesse um TOP 10 da minha vida com certeza Mr. Brightside estaria presente. Esta foi a primeira música feita pelo The Killers, resultado da parceria entre Brandon Flowers e Dave Keuning. Foi o primeiro single da banda e é um dos destaques do Hot Fuss, lançado em 2004.

Sucesso absoluto, ela entrou em listas de melhores do ano, da década e até de todos os tempos. Isso sem falar no ótimo desempenho em termos de vendas.

Mr. Brightside é daquelas músicas que fascinam do primeiro ao último segundo, com seu riff inconfundível, uma letra fácil de gravar e capaz de transmitir uma energia monstruosa, algo que se deve e muito ao fato de Brandon Flowers cantá-la com a alma. E isso não nos surpreende, afinal a letra é baseada na própria vida do cantor, que se decepcionou com uma ex-namorada que o traiu.

“Eu estava dormindo e sabia que havia algo de errado. Eu tenho esses instintos. Fui para o Crown and Anchor e minha namorada estava lá com outro cara”, disse o Sr. Flowers em uma entrevista.

Outra situação interessante em relação a música é também citada em uma entrevista de Brandon, dessa vez para a NME. Ele diz que pelos idos de 2001 havia escrito muitas músicas com Dave, mas eles não sabiam em qual delas investir. Após escutarem o álbum Is This it do Strokes e o considerarem perfeito, ficaram um tanto depressivos e jogaram fora todo o trabalho feito até então, com exceção de Mr. Brightside.

Aqui vai um apanhado de várias versões e covers desta maravilha, incluindo a abertura triunfal do Lollapalooza Brasil 2013.

Versão demo


Versão final – single do Hot Fuss


Ao vivo – Lollapalooza Brasil 2013

Cover – Paul Anka (estilo clássico)

Cover – ELEW (só no piano)


Cover – McFly

Cover – Playradioplay! (uma pegada eletrônica bacana)

Cover – Fall out Boy (ao vivo)

Cover – violino (o melhor)

Remix

Remix – Jacques lu Cont


I’m coming out of my cage
And I’ve been doing just fine
Gotta gotta be down
Because I want it all
It started out with a kiss
How did it end up like this
It was only a kiss, it was only a kiss
Now I’m falling asleep
And she’s calling a cab
While he’s having a smoke
And she’s taking a drag
Now they’re going to bed
And my stomach is sick
And it’s all in my head
But she’s touching his-chest
Now, he takes off her dress
Now, letting me go

And I just can’t look its killing me
And taking control
Jealousy, turning saints into the sea
Swimming through sick lullabies
Choking on your alibis
But it’s just the price I pay
Destiny is calling me
Open up my eager eyes
‘Cause I’m Mr Brightside

I’m coming out of my cage
And I’ve been doing just fine
Gotta gotta be down
Because I want it all
It started out with a kiss
How did it end up like this
It was only a kiss, it was only a kiss
Now I’m falling asleep
And she’s calling a cab
While he’s having a smoke
And she’s taking a drag
Now they’re going to bed
And my stomach is sick
And it’s all in my head
But she’s touching his-chest
Now, he takes off her dress
Now, letting me go

Cause I just can’t look its killing me
And taking control
Jealousy, turning saints into the sea
Swimming through sick lullabies
Choking on your alibis
But it’s just the price I pay
Destiny is calling me
Open up my eager eyes
‘Cause I’m Mr Brightside

I never…
I never…
I never…
I never…

mr-brightside-killers

As Músicas de Natal do The Killers

the-killers-natalDesde 2006 o The Killers tem a tradição de lançar uma música com temática de natal, quase sempre com participações especiais, como Elton John e Ryan Pardey. Já são 8 músicas lançadas e você pode escutá-las e ver os videos aqui. Qual sua preferida?

A Great Big Sled (2006)

Letra

Don’t Shoot Me Santa  (2007)

Letra

Joseph, Better You Than Me (2008)

Letra

¡Happy Birthday Guadalupe! (2009)

Letra

Boots (2010)

Letra

The Cowboys’ Christmas Ball (2011)

Letra

I Feel it in My Bones (2012)

Letra

Christmas in LA (2013)

Letra

Melhores músicas: Don’t Shoot Me Santa e Christmas in LA
Pior música: I Feel it in my Bones
Vídeo mais engraçado: Don’t Shoot Me Santa
Vídeo mais emocionante: Boots
Melhor participação especial: Elton John em Joseph, Better You Than Me

Escute todas as músicas clicando AQUI

As Melhores Músicas de 2013

Lista bem pessoal. Escutei bastante coisa esse ano e decidi fazer uma lista das músicas que mais ouvi ao longo de 2013. As 10 primeiras tem link para quem quiser dar uma conferida!

Babyshambles – Nothing Comes to Nothing
babyshambles-nothing-comes-to-nothing
2 Arcade Fire – Afterlife
arcade-fire-after-life
3 Okkervil River – Down Down the Deep River
okkervil-river
4 Daft Punk – Instant Crush
daft-punk-casablancas-instant-crush
5 Sebadoh – I Will
sebadoh-i-will
6 The National – Graceless
the-national-graceless
7 White Lies – Getting Even
white-lies-getting-even
8 The Killers – Shot at the Night
the-killers-shot-at-the-night
9 Drake – Hold On, We’re Going Home
drake-hold-on
10 CHVRCHES – We Sink
chvrches-we-sink

 

11 Queens of the Stone Age – I Sat By The Ocean
12 Jack Johnson – Washing Dishes
13 Empire of the Sun – Alive
14 Sky Ferreira – I Blame Myself
15 Avicii – Wake Me Up
16 Smith Westerns – Idol
17 Placebo – Loud Like Love
18 Vampire Weekend – Hannah Hunt
19 Kings of Leon – Comeback Story
20 The Oh Sees – Toe Cutter – Thumb Buster
21 Justin Timberlake – Mirrors
22 Palma Violets – Rattlesnake Highway
23 Yuck – Lose My Breath
24 Beach Fossils – Clash the Truth
25 Of Montreal – Fugitive Air

The Killers – Shot At The Night

Nova música do The Killers na área, confira!

Once in a lifetime, the suffering of fools
To find our way home, to break in these palms
Once in a lifetime (Once in a lifetime)
Once in a lifetime

Give me a shot at the night
Give me a moment, some kinda mysterious
Give me a shot at the night
Give me a moment, some kinda mysterious

Once in a lifetime, the breaking of the roof
To find that our home, has long been a throne
Draw me a life line, ‘cause honey I got nothing to lose
Once in a lifetime (Once in a lifetime)
Once in a lifetime

Give me a shot at the night
Give me a moment, some kinda mysterious
Give me a shot at the night
Give me a moment, some kinda mysterious
Give me a shot at the night

Look at my reflection in the mirror
Underneath the power of the light
Give me a shot at the night
Give me a shot at the night
Give me a shot at the night
I feel like I’m losing the fight

Give me a shot at the night
Give me a moment, some kinda mysterious
Give me a shot at the night

Give me a shot at the night
Give me a moment, some kinda mysterious
Give me a shot at the night
Give me a moment, some kinda mysterious
Give me a shot at the night
Give me a moment, some kinda mysterious
Give me a shot at the night

 

Nova música do The Killers: Wembley Song

Uma linda balada do The Killers homenageando o mítico Wembley e várias bandas que tocaram por lá, além de dar pinceladas em algumas músicas de sucesso do próprio Killers. Sobrou tempo inclusive para Brandon se retratar por antigas declarações em relação ao Green Day.

Lollapalooza Brasil 2013: The Killers

the-killers-lollapalooza-2013
O primeiro dia do Lollapalooza Brasil 2013, que aconteceu em São Paulo em 29/03, ficou marcado pelas enormes filas, pela lama, por um protesto da banda Copacabana Club contra o pastor Feliciano, por um nada inspirado Flaming Lips e, principalmente, pelo grandioso show do The Killers.

Como o quarteto de Las Vegas vem evoluindo a cada ano, tanto nos trabalhos em estúdio como nos desempenhos ao vivo, as expectativas eram enormes. Todos os fãs esperavam fazer parte de um momento único na história da banda e foi exatamente isso o que aconteceu.

De maneira matadora eles abriram o show com a clássica Mr. Brightside e o resultado foi o público indo ao delírio em questão de segundos. A música foi cantada a plenos pulmões por todos, visivelmente impressionando e contagiando o já animado Brandon Flowers. A sintonia entre público e banda ficou evidente já nos minutos iniciais, algo que se manteve inalterado até o fim.

A bela The Way it Was ficou ainda mais emocionante ao vivo. Foi neste momento que Brandon Flowers começou a mostrar todo seu carisma ao dizer em português: “oi São Paulo, somos os Killers e esta noite, somos todos seus.”

A capacidade da banda de melhorar as músicas nas versões ao vivo ficou clara também em Miss Atomic Bomb, For Reasons Unknown e From Here on Out. Nesta última, Brandon Flowers pergunta se todos trouxeram os seus “sapatos de dança”. A música tem um riff cheio de energia que combinou bastante com o clima da noite.

Merece um destaque especial A Dustland Fairytale, que para mim foi o momento mais inspirado de todos os integrantes da banda.

E o que dizer de All These Thins That I’ve Done? Possivelmente o grande hit do grupo, um verdadeiro épico que se transforma em hino nos shows. Como não se empolgar com o refrão “I got soul but I’m not a soldier” cantado por milhares em uníssono?

Com direito a chuva, fogos e um show de luzes muito apropriado, a contagiante When You Were Young arrepiou o público já alucinado e fechou com chave de ouro uma performance exemplar. Sobrou um tempo para uma calorosa despedida de um outro cara carismático, o baterista Ronnie Vannucci, que dessa vez não estava fantasiado de mago.

O The Killers alcançou o posto de uma das melhores bandas do cenário atual e tem potencial para crescer ainda mais. Shows como esse, cheios de hits, interação e sintonia, são uma prova disso!

Set List
1 Mr. Brightside
2 Spaceman
3 The Way it Was
4 Smile Like You Mean it
5 Miss Atomic Bomb
6 Human
7 Somebody Told Me
8 For Reasons Unknown
9 From Here on Out
10 A Dustland Fairytale
11 Read My Mind
12 Runaways
13 All These Things That I’ve Done
14 This Is Your Life
15 Jenny Was a Friend of Mine
16 When You Were Young

Veja o show na íntegra clicando AQUI.

Qual será o setlist do The Killers no Lollapalooza 2013?

the-killers-battle-born

Fiz um levantamento dos setlists dos últimos shows da turnê do Battle Born e acho que no Lollapalooza (29/03) não vai fugir muito disto:

– Mr. Brightside
– The Way it Was
– Smile Like You Mean It

– Bling?/Bones?/Heart of a Girl?/Prize Fighter?

– Miss Atomic Bomb
– Human
– Somebody Told Me
– Flesh and Bone
– For Reasons Unknown
– A Dustland Fairytale

– UM COVER DE FOREVER YOUNG?

– Read My Mind
– Runaways
– All These Things That I’ve Done

– Jenny Was a Friend of Mine
– When You Were Young
– Battle Born

Acho que promete, hein?

Review: The Killers – Battle Born

1 Flesh and Bone  8/10
2 Runaways  9/10
3 The Way it Was  10/10
4 Here with Me  8/10
A Matter of Time  6/10
Deadlines and Commitments  8/10
Miss Atomic Bomb  8/10
8 The Rising Tide  7/10
9 Heart of a Girl  8/10
10 From Here on Out  6/10
11 Be Still  7/10
12 Battle Born  8/10
13 Carry Me Home (bonus)  8/10
14 Flesh and Bone (Jacques Lu Cont Remix) (bonus) 8/10
15 Prize Fighter (bonus)  9/10

Se você escutar Battle Born torcendo para estar diante de um novo Hot Fuss é melhor pensar duas vezes. Ao contrário de inúmeras bandas que vivem se repetindo, o The Killers mostra que não tem medo de arriscar. Usando elementos dos álbuns anteriores e até mesmo de Flamingo – o trabalho solo de Brandon Flowers -, juntamente com as influências principais da banda, como Bruce Springsteen e U2, Battle Born nos oferece um som bastante nostálgico, mas que não nega o desejo de também ser atual.

O álbum possui um bom equilíbrio entre baladas românticas e introspectivas, músicas mais agitadas e aquelas que soam épicas, feitas para serem uma experiência inesquecível ao vivo. O nome Battle Born vem da bandeira do estado de Nevada e funciona como uma lembrança do nascimento desse estado em meio a Guerra Civil americana. A banda está cada vez mais se associando às suas raízes, praticamente nos colocando naquele cenário desértico e cheio de luzes de neon. As letras aqui são um grande destaque. Elas são retratos de situações comuns, que podem estar ao alcance de cada um de nós. Brandon coloca tanta sinceridade e intensidade nas letras e na maneira como canta que chega a arrepiar. Apesar de alguns temas um tanto melancólicos, como relacionamentos que não deram certo ou um pai que foge de suas responsabilidades, existe bastante positividade e esperança de dias melhores, seja em uma história de amor com seus altos e baixos como em The Way it Was ou em um recado para nunca negarmos nossa essência, em Be Still: “Soon enough, you’ll be on your own, steady and straight and if they drag you in the mud, It doesn’t change what’s in your blood“.

O The Killers não é mais uma banda indie tentando emplacar alguns hits. Eles já alcançaram o status daquelas bandas que levam multidões para os shows e que são extremamente influentes, não só em termos musicais. Após quatro álbuns de grande qualidade, o quarteto de Lás Vegas já atingiu a maturidade musical, nos dando a certeza de que ainda vão fazer muitas coisas boas no futuro.
9/10 

/Qual a sua música preferida do Battle Born? Qual a que menos gostou?

THE KILLERS – BE STILL LYRICS

Be still
Go on the bed
Nobody knows what lies ahead
Life is short to say the least
We’re in the belly of the beast
Be still, wild and young
Long may your innocence reign like shells on a shore
May your limits be unknown
May your efforts be your own
If you ever feel you can’t take it anymore

Don’t break character
You’ve got a lot of heart
Is this real or just a dream
Rise up like the sun
Labor till the work is done

Be still
One day you’ll lead
Fearlessness on your sleeve
When you come back, tell me what did you see
Was there something out there for me
Be still
Close your eyes
Soon enough, you’ll be on your own, steady and straight
And if they drag you in the mud
It doesn’t change what’s in your blood
(Over rock, over chain(over chain), over trap, over plain)
When they knock you down

[Hook]
Don’t break character
You’ve got a lot of heart
Is this real or just a dream
Be still (x6)

Over rock and chain
Over sunset plane
Over trap and snare
When you’re in too deep
In your wildest dreams
In your made up schemes
When they knock you down
When they knock you down

[Hook]
Don’t break character
You’ve got a lot of heart
Is this real or just a dream
Rise up like the sun
And labor till the work is done

THE KILLERS – FROM HERE ON OUT LETRAS

Little birdie whispered in my ear,
You been cooking up a world of fear,
Put your hands in things.
You should have known,
You was riding in the danger zone.
Well you had us all fooled with your quarter back smile,
And your crocodile tears there for a while,

My paradigm shifting man you’re making me shout:
Hey, from here on out,
Friends are gonna be hard to come by,
Left us wondering what it all was about,
You had it easy man you chose the hard way,
Walk that old lonely road in a shadow of a doubt,
From here on out.

Should I pass over, decide to cross?
You may wonder what the trouble costs,
That don’t matter now life goes on.
Hallelujah the trouble’s gone,
No sense in holding grudges and its best to forgive,
These are things that I must learn to practice while I live,

Got my paradigm shifting man you’re making me shout:
Hey, from here on out,
Friends are gonna be hard to come by,
Left us wondering what was it was all about,
You had it easy man chose the hard way,
Walk that old lonely road in a shadow of a doubt.
Hey, from here on out,
Let the bugle blow a song of peace time,
Left us wondering what it’s all about,
You been denied but you carried it with ya
,Down that old lonely road in a shadow of a doubt,
Yeah from here on out.