Os Melhores Filmes de Zumbis

Antes de tudo, devo enfatizar que se o episódio piloto de The Walking Dead fosse considerado um filme, estaria no topo desta lista.

1 Dawn of the Dead (George A. Romero, 1978)

Conhecido no Brasil como O Despertar dos Mortos, o filme conta com críticas sociais, bastante violência, gore e até humor. Apesar de tecnicamente datado, ele tem uma atmosfera tensa e um ar de aventura inesquecíveis. É George Romero na sua melhor forma.

2 Extermínio (Danny Boyle, 2002)

Extermínio nos apresenta a zumbis mais espertos e rápidos, portanto, mais perigosos. Apesar de ser um filme de zumbis, o mais importante é como os personagens humanos reagem emocionalmente a situação. Apesar da temática absurda, existe um ar realístico na direção de Danny Boyle, tornando a experiência ainda mais interessante. O diretor também é feliz ao captar momentos extremamente belos em um mundo caótico, como quando vemos uma família de cavalos trotando despreocupadamente pelos campos.

3 A Noite dos Mortos Vivos (George A. Romero, 1968)

Clássico absoluto do gênero, A Noite dos Mortos Vivos é capaz de assustar ainda hoje. A ideia de um grupo de pessoas fugindo de alguma ameaça escondido dentro de uma casa já foi explorada inúmeras vezes, mas não tão bem como aqui. Tudo neste filme definidor do gênero funciona e ele ainda conta um final brutal e inesperado.

 A Volta dos Mortos Vivos (Dan O’Bannon, 1985)

É uma mistura perfeita de comédia e terror, pena que não é tão lembrado como os trabalhos de George Romero. Muito bem dirigido por Dan O’Bannon, que tem no seu currículo o roteiro de Alien, o filme conta com bons momentos intimistas, algo possível graças ao bom elenco.

5 Todo Mundo Quase Morto (Edgar Wright, 2004)

Shaun of the Dead injetou sangue novo em um gênero que parecia não ter mais o que oferecer. Ele faz referências a vários filmes de zumbis, mas tem vida própria. A sátira social aqui é enorme, garantindo boas risadas. Do meio para o fim a ação toma conta, mas sem perder o humor.

Zumbilândia (Ruben Fleischer, 2009)

As primeiras cenas, com bastante rock ‘n roll e câmera lenta, mostram as melhores cenas de ataques de zumbis. Não há suspense aqui, mas sim bastante ação, humor e a criativa lista de como sobreviver em um mundo repleto de zumbis. Para completar, temos a presença de Bill Murray interpretando ele mesmo de maneira genial.

7 Dia dos Mortos (George A. Romero, 1985)

Não tão bom como Dawn of the Dead ou A Noite dos Mortos Vivos, este filme se destaca pelas tentativas dos personagens humanos de entender os zumbis e também pelo zumbi inteligente Bub. Isso sem falar na sensação de desespero que o filme transmite, afinal os zumbis são maioria.

8 Extermínio 2 (Juan Carlos Fresnadillo, 2007)

Uma continuação extremamente competente, mesmo com outro diretor. Não existe zumbis mais violentos e ameaçadores do que os que são retratados aqui. A incrível sequência inicial é prova disso. Extermínio 2 tem uma atmosfera de urgência que nunca perde a força, além de um final angustiante.

9 Planeta Terror (Robert Rodriguez, 2007)

Planeta Terror nada mais é do que um trash estilizado e sangrento de Robert Rodriguez. Se você entrar na brincadeira não tem como se decepcionar. A quantidade de cenas hilárias é enorme, sendo um dos destaques aquela envolvendo o personagem de Quentin Tarantino e o problema que ele enfrenta nos órgãos genitais. Roteiro bem bobo, mas os litros de sangue compensam.

10 Zumbi 2 – A Volta dos Mortos (Lucio Fulci, 1979)

Lucio Fulci jamais economiza no gore e aqui está uma prova. Zumbi 2 tem várias cenas bem criativas de mortes causadas por zumbis. Uma delas é um duelo entre um zumbi e um tubarão, que já vale o filme inteiro só pela bizarrice. As atuações são um tanto exageradas, mas o filme agrada na maior parte do tempo e existe todo um ar de diversão violenta e descompromissada difícil de se encontrar por aí.

Outros filmes que eu curto: A Madrugada dos Mortos, Terra dos Mortos, Dead Snow, Fome Animal, Fido, Dance of the Dead, Diário dos Mortos e Deadgirl. Não considero [REC] um filme de zumbis, afinal na continuação ficamos sabendo que aqueles seres são demônios e não zumbis.

E você? Qual o seu filme de zumbi preferido e por que?

/curta a fanpage do cultura intratecal, se aprouver…

Crítica: Terra dos Mortos (2005)

Dando continuidade aos meus comentários sobre filmes de zumbis, eis aqui um trabalho menos inspirado de George Romero, mas que possui o seu valor.
Mesmo sem ter uma história que nos estimule mentalmente, Terra dos Mortos merece destaque por valorizar os seus personagens principais, os zumbis. Aqui os devoradores de carne humana agem em benefício do grupo. Eles funcionam como uma massa coletiva que parece raciocinar para atingir os objetivos. A figura de um líder zumbi pensante é uma ameaça pouco vista em trabalhos anteriores do diretor, dando ares novos a este gênero já tão explorado.
Terra dos Mortos é um filme simples e direto, que se mostra bastante preocupado em criar cenas criativas e sangrentas de ataques de zumbis. Quem gosta da visceralidade dos filmes de zumbis vai se satisfazer com o excesso de sangue e de algumas cenas até nojentas.
Entretenimento descartável, mas que garante 90 minutos de diversão, principalmente para os amantes do gênero. De se lamentar o bom elenco que não foi exigido. Simon Baker e John Leguizamo certamente são capazes de performances muito melhores.
 7/10
IMDb 

Crítica: A Ilha dos Mortos (2009)

(1 estrela em 5)

Como fã de George Romero sinto-me triste em dar apenas uma estrela para um filme dele, mas é uma atitude inevitável. A Ilha dos Mortos é o pior filme do diretor e possivelmente um dos piores filmes de zumbis já feito.

Para um filme do gênero funcionar a história não precisa ser uma maravilha, mas também não pode ser uma sucessão de clichês, acontecimentos sem graça e personagens desinteressantes. São exatamente estas coisas desagradáveis que são oferecidas aqui.

Resumindo a história: os zumbis estão acabando com a população da terra e um lugar que aparenta ser menos perigoso é uma ilha bem afastada. O problema é que duas famílias travam uma disputa interna nesta ilha, algo que também resulta em violência e mortes. Um grupo de militares que encontra o local deve lidar tanto com os zumbis como com essa disputa entre as famílias.

Os zumbis se tornam extremamente secundários a medida que o filme avança. Isso não seria um problema se o roteiro fosse criativo e se lidasse bem com a parte psicológica dos seus personagens, algo que realmente não ocorre aqui.

Acho que nem o maior fã do gênero vai conseguir ver alguma coisa positiva durante os 90 minutos. O ritmo é digno de bocejos, as atitudes dos personagens são extremamente tolas e previsíveis e as resoluções são desprovidas de inspiração. Para piorar, algumas cenas mais violentas são dirigidas de uma maneira quase que amadora por George Romero. Será que a carreira dele tem salvação?

Se você tiver coragem de assistir (ou se já asistiu) não deixe de comentar por aqui. Estou sozinho quando digo que este é o pior filme do Romero?
IMDb

Review: A Epidemia (2010)


Nota: 6

Já que o filme The Crazies de 1973 dirigido por George Romero não é aquela maravilha, um remake era uma boa ideia. O que poderia ter sido um ótimo filme de suspense e terror, transforma-se em algo que até tem suas qualidades, mas no geral não passa de um trabalho um tanto repetitivo e que logo cairá no esquecimento. Quando uma cidadezinha do interior dos Estados Unidos é tomada por um vírus que deixa as pessoas parecendo zumbis e com uma ânsia inexplicável de matar, o exército é chamado e coloca os suspeitos de terem a doença em quarentena e os que já estão diagnosticados recebem um balaço na cabeça de presente.

A mulher do xerife local é enviada para a quarentena e é claro que ele vai fazer de tudo para resgatá-la. Devo dizer que o começo é sensacional. O clima de mistério e de medo é extremamente eficiente, pena que isso não se mantém até o fim. O filme é recheado de sustos que funcionam, mas depois eles se tornam cansativos e previsíveis. É aquela coisa de aumentar uma nota da trilha sonora e fazer alguém aparecer do nada. Uma hora enche. Apesar de uma parte da população ter se tornado sanguinária, o exército não fica atrás e a atitude de atire para depois perguntar é onde mora o maior perigo da situação.

O diretor não exagera nas cenas de gore. Elas causam aquele breve desconforto bacana, mas nada que te faça desviar o olhar ou coisa do tipo. Quando as coisas se encaminham para o final nós já podemos advinhar onde tudo vai parar. Para piorar, o ritmo fica um tanto lento e nossa empolgação diminui bastante. Parece que os roteiristas tinham que aumentar a duração do filme e o resultado disso é um bocejo ou outro da nossa parte. Vale pela meia hora inicial e por algumas cenas de sangue, principalmente aquelas envolvendo essa simpática ferramenta do cartaz acima.

Título original: The Crazies
Ano: 2010
País: USA
Direção: Breck Eisner
Roteiro: Scott Kosar, Ray Wright
Duração: 101 minutos
Elenco: Timothy Olyphant, Radha Mitchell, Joe Anderson, Danielle Panabaker

/a epidemia (2010) –
bruno knott,
sempre.

George Romero e seu novo filme de zumbis

Survival of the Dead é o 6 filme de zumbis de George Romero, um cara que eu admiro bastante. A Noite dos Mortos Vivos e Dawn of the Dead são clássicos do gênero e são cultuados ainda hoje. Parece que esse será o último filme de zumbis do diretor e pelo trailer parece que teremos algo divertido.

É esperar para ver.