O comediante Bo Burnham criou nesse especial da Netflix um genial registro dos nossos tempos atribulados. Fechado em casa por meses devido a pandemia, Burnham criou vários números musicais, esquetes e breves conversas que divertem e estimulam reflexões. Os comentários sociais abrangem diversos assuntos, mas há um foco maior em relação as mídias sociais e na exaustão mental de enfrentar um mundo de cabeça para baixo. Ele questiona se é possível fazer comédia em tempos como esses e a resposta está no próprio filme. Não que essa experiência nos faça dar inúmeras gargalhadas, mas são vários os momentos que divertem pelas ironias das letras e também pelo inspirado humor autodepreciativo e às vezes físico. Burnham não precisa de muito para criar números musicais empolgantes: uma pequena sala, um sintetizador, um violão e um jogo de luzes são suficientes para o talento dele vir a tona. Há músicas que tem uma pegada anos 80, outras são puro pop e até indie folk. Durante 90 minutos testemunhamos um criador fazendo o que sabe. Não foram poucos os artistas que olharam mais internamente nesse período de isolamento e nos brindaram com materiais incrivelmente honestos. Bo Burhnam Inside é um ótimo exemplar disso.

Nota: 8