Essa é uma pergunta difícil de ser respondida, ainda mais por alguém que considera o The Killers como sua banda favorita.

Desde 2004 quando escutei Somebody Told Me pela primeira vez em uma rádio de Curitiba o The Killers chamou a minha atenção. Com essa música não foi amor a primeira vista, mas foi a porta de entrada para eu descobrir Hot Fuss e as maravilhas chamadas All These Things That I’ve Done, Smile Like You Mean it e Mr. Brightside.

A partir daí fui virando um verdadeiro fã da banda, consumindo vorazmente cada lançamento, decorando e absorvendo as letras e indo no maior número possível de shows.

Aqui neste falido site já fiz resenha de todos os álbuns, comentei alguns shows e elaborei dois TOP 15 das músicas do The Killers e agora resolvi fazer esse ranking.

Para isso, escutei novamente toda a discografia dos caras e atribui notas para cada uma das músicas e cheguei numa média. Me pareceu algo justo. Muito mais justo do que a minha memória afetiva que poderia ter chegado a conclusões diferentes.

Sem mais delongas, vamos ao RANKING. Começando do menos bom até o melhor. Consegue adivinhar o número 1?

Qual o melhor álbum do The Killers?

7 Hot Fuss (2004)

Há quem possa considerar absurdo, mas Hot Fuss é o CD mais fraco da carreira do The Killers. Sim, ele é conhecido por ter vários hits, mas também é um trabalho extremamente irregular de um grupo que estava ainda se desenvolvendo. Everything Will Be Alright é péssima e Andy, You’re a Star e Midnight Show são simples e repetitivas. Letras um tanto superficiais e o excesso de sintetizadores incomodam em alguns momentos. Brandon ainda estava se aperfeiçoando. De qualquer forma, a essência da banda já estava ali e o caminho para o sucesso se iniciava.

*** Melhor música do álbum: All These Things That I’ve Done

6 Wonderful, Wonderful (2017)

Ainda que Wonderful, Wonderful seja um álbum sólido, coeso e melancólico na medida certa, é também uma experiência com pouco brilho. Fica clara a maturidade de cada membro da banda, porém faltam hits. Apenas Tyson vs Douglas e Run for Cover são músicas realmente boas. Podemos destacar o teor pessoal das letras, com Flowers revelando muito do relacionamento dele com a esposa.

*** Melhor música do álbum: Tyson vs Douglas

5 Battle Born (2012)

Battle Born é uma imperfeita e fascinante mistura de elementos que fazem o The Killers ser tão especial. Temos aqui baladas envolventes, influências de Springsteen e U2, hinos para serem cantados em estádios lotados e até uma música animada com pegada country. Battle Born se refere ao lema da bandeira do estado de Nevada e o álbum reflete essa ideia de ter orgulho de se pertencer a algum lugar, ainda que nem sempre as experiências vividas sejam das melhores.

*** Melhor música do álbum: The Way it Was

4 Day & Age (2009)

Day & Age é um trabalho um tanto injustiçado dentro da discografia do quarteto de Las Vegas, mas quando escutado com a devida atenção fica fácil perceber suas qualidades. Flertando com uma sonoridade diferente para o que estávamos nos acostumando, Day & Age oferece momentos dançantes e inusitados como Human e Joy Ride. Mas os destaques são o hit instantâneo Spaceman e o romance épico chamado A Dustland Fairytale. Aliás, essa música é tão boa que Bruce Springsteen pediu para o Brandon fazer uma parceria em uma nova versão dela. E ficou excelente!

*** Melhor música do álbum: A Dustland Fairytale

3 Sam’s Town (2006)

O The Killers pendeu aqui para o gênero Americana, uma pegada mais raiz com influências que vão de Springsteen e Tom Petty até New Order e Beatles. Um verdadeiro suco de referências que estabeleceu a sonoridade da banda. Sam’s Town envelheceu muito bem com suas preciosidades como For Reasons Unknown, Bones e a subestimada My List.

*** Melhor música do álbum: For Reasons Unkown

2 Imploding the Mirage (2020)

Uma inesperada obra-prima. Imploding the Mirage é o resultado de uma banda em constante evolução que jamais deixa de perder a essência. Com arranjos criativos, letras inspiradas, refrãos fáceis de se cantar juntos e participações especiais de nomes como Weyes Blood e Lindsey Buckingham esse álbum foi lançado no auge da pandemia do Covid e certamente ajudou muitos fãs a esquecerem um pouco de todo esse caos.

*** Melhor música do álbum: Dying Breed

1 Pressure Machine (2021)

Aproveitando a pandemia, Brandon Flowers foi passar um tempo na pequena cidade de Nephi onde ele cresceu e lá começou a conceber essa joia rara chamada Pressure Machine. Um álbum intimista recheado de uma doce melancolia. Um álbum que nos revela histórias pessoais que se passaram naquela cidade, mas que podem ser consideradas universais. Pressure Machine é poético, honesto e verdadeiro. Suas letras tem um requinte e um poder de formar imagens inesquecíveis. Esse é daquelas para ouvir da primeira até a última música e sentir toda a sua glória. Espero estar errado, mas acho difícil que o The Killers consiga superar o que fez aqui.

*** Melhor música do álbum: Pressure Machine

– Qual é o seu álbum preferido dos caras e por que?