Um título pretensioso e autoexplicativo, não é?

Isso mesmo.

Separo aqui aqueles que considero os melhores seriados/séries/minisséries de todos os tempos.

E o critério é um só: O MEU GOSTO PESSOAL. Garanto que foram escolhas honestas. Se estão aqui é porque esses seriados me ofereceram experiências inesquecíveis.

Vou tentar explicar com uma frase curta o porquê de cada escolha. E já adianto que não foi nada fácil eliminar alguns seriados que gosto bastante.

Borá lá?

OS MELHORES SERIADOS DE TODOS OS TEMPOS

20 Twin Peaks

Personagens divertidamente peculiares envolvidos por um mistério que fica cada vez mais bizarro.

19 Battlestar Galactica

Quando os efeitos especiais colaboram para deixar a trama ainda mais imersiva.

18 Mad Men

Com um trabalho primoroso na recriação de época, Mad Men mostra uma agência de publicidade tomada pela masculinidade tóxica da década de 1960.

17 Spartacus

A violência estilizada é a cereja do bolo de um enredo recheado de momentos épicos. Andy Whitfield, você sempre será Spartacus!

16 The Leftovers

A intrigante premissa sobre pessoas que desaparecem do nada é abordada com uma pegada artística e pinceladas de mitologia e filosofia.

15 Band of Brothers

Band of Brothers esbanja autenticidade ao nos mostrar diversos momentos da Segunda Guerra Mundial.

14 Friends

Friends nos faz sentir como o sétimo amigo(a) de Chandler, Rachel, Monica, Phoebe, Ross e Joey. Nos divertimos e até nos emocionamos com a rotina deles.

13 Outlander

Outlander consegue em um momento nos deixar com um sorriso no rosto quando vemos legítimas demonstrações de amor e no outro parece que tomamos um soco no estômago quando testemunhamos atos dos mais cruéis.

12 The Office

Cada personagem tem sua característica particular que nos diverte, mas The Office é o que é também por seus vários arcos narrativos, principalmente o de Jim e Pam e, claro, o de Michael. Quando comecei a assistir ao seriado jamais imaginaria que passaria a realmente gostar do melhor pior chefe do mundo.

11 The Americans

Dois espiões russos vivendo nos Estados Unidos durante a Guerra Fria nos proporcionam momentos de tensão e também nos oferecem um drama familiar dos mais competentes.

10 This is Us

This is Us mostra as alegrias e tristezas de uma família ao longo de gerações. O seriado aborda de maneira emotiva diversos temas fáceis de se identificar.

9 The Wire

O mundo das drogas de Baltimore é mostrado por várias perspectivas. The Wire é intenso, violento e inesquecível.

8 Friday Night Lights

Não é apenas um seriado sobre futebol americano, mas sim das relações entre os jogadores e suas famílias. Friday Night Lights trabalha com temas às vezes espinhosos e nos permite uma forte conexão com a maioria dos personagens.

7 Godless

Godless não tem pressa para contar a sua história. Com uma fotografia exuberante e uma trilha sonora imersiva, por vezes tudo o que queremos é apenas assistir tamanha beleza. Mas a trama é pesada, violenta e imprevisível, como um bom Western. Destaque também para as fortes personagens femininas.

6 The Crown

Poucos seriados tem um apuro estético do calibre de The Crown. Vemos aqui as diversas situações pelas quais a família real inglesa passa ao longo dos anos, com direito a momentos grandiosos e históricos e outros bem mais intimistas.

5 Seinfeld

Seinfeld consegue extrair humor das situações mais banais que muitas vezes se tornam um tanto absurdas.

4 Breaking Bad

Uma história redonda e sem excessos que vai caminhando com um tom de urgência cada vez maior até o um desfecho imprevísivel. Breaking Bad é tão bom que mais parece cinema.

3 Game of Thrones

Game of Thrones mistura política, fantasia e uma ambientação mais medieval. O seriado não tem medo de fazer o sangue jorrar e nos surpreender. Os diálogos bem elaborados e os personagens cativantes são outros pontos fortes.

2 Six Feet Under

Six Feet Under nos convida a refletir sobre a morte em cada episódio, mas sem ser melancólico ou depressivo. O series finale é para mim o melhor de todos os tempos.

1 Lost

Mistério, suspense, elementos de fantasia e ficção científica e cliffhangers de respeito estão espalhados por todos os episódios de Lost, mas o que faz o seriado ser tão bom é a forma como ele desenvolve os personagens ao longo dos anos. Flashbacks, flashforwards e flashsideways são recursos narrativos para deixar tudo ainda melhor.