Poucos filmes foram tão importantes para a indústria cinematográfica como Star Wars. O que poderia se tornar um filme de qualidade duvidosa se analisássemos o roteiro friamente, se transformou em um arrasa quarteirões que conquistou e ainda conquista milhões de fãs ao redor do mundo. Talvez seja uma tarefa impossível encontrar um ser que habite o planeta Terra e goste de cinema que não saiba quem são Luke Skywalker, Darth Vader, Princesa Leia e R2D2.

Não sou eu quem vai explicar como tal fenômeno foi possível neste singelo post de blog. Aliás, não tenho a pretensão nem de apresentar alguma análise diferenciada sobre a experiência. Mentes muito mais competentes já dissecaram tudo o que é possível em relação a Star Wars. O fato é que me empolguei com a disponibilização de toda a saga na Amazon Prime e decidi rever tudo e tecer alguns comentários. E quem sabe fazer um ranking pessoal no final da empreitada.

Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança é tudo aquilo que podemos desejar de uma aventura de ficção. A trama é fácil de acompanhar graças a sua aparente simplicidade. A princesa Leia é capturada pelo Império, mas consegue enviar para um planeta informações importantes sobre como destruir uma arma poderosíssima. Essa informação está dentro do simpático R2D2 e logo cai nas mãos do simplório fazendeiro Luke Skywalker. E aí começa a nossa aventura e a jornada do herói.

Somos jogados por George Lucas em meio a uma galáxia que está dominada por um Império. Existem rebeldes que querem derrubar esse império. E Luke é o improvável novo combatente. Nesse meio tempo, nós iremos descobrir alguma coisa sobre a Força, os Jedi e os sabres de luz. A primeira metade do filme se desenrola em um ritmo perfeito. Sem pressa, conseguimos nos acostumar com aquele mundo e com os personagens fascinante que ali habitam. Logo, já nos sentimos dentro da Millenium Falcon rumo a uma missão perigosa e fascinante.

Pena que o ato final é extremamente frenético e que algumas atuações como a de Mark Hammil e Carrie Fisher não são exatamente brilhantes. De qualquer forma, seus personagens são bons o bastante para nos conquistar. Com efeitos especiais que ainda se mostram competentes e uma épica trilha sonora, Star Wars é aquele tipo de filme que implora pela companhia de uma pipoca e de um cinema lotado. É diversão de qualidade para as massas (no bom sentido) e para ficar para sempre no rol das grandes sagas do cinema.

Nota: 9

Título Original:  Star Wars
Ano: 1977
Direção: George Lucas
Roteiro: George Lucas
Elenco: Mark Hammil, Harrison Ford, Carrie Fisher, Alec Guinnes