Game of Thrones: “Kissed By Fire” Crítica

Game of Thrones | 3×05 – Kissed by Fire

Sandor Clegane ganhou sua liberdade ao derrotar Beric Dondarrion em um duelo de espadas. A vitória do cão não foi exatamente uma surpresa, mas o fato de Thoros de Myr conseguir trazer Beric de volta a vida sim. A magia é forte em certos lugares de Westeros. E não nos esqueçamos que Thoros é um sacerdote de R’hllor, assim como Melisandre. Arya ficou revoltada ao ver Clegane sendo libertado. Não adianta, é a vontade do deus vermelho. E foi de cortar o coração quando ela perguntou se seria possível reviver alguém que perdeu a cabeça.

Robb está cometendo erros atrás de erros. Desta vez, o seu senso de justiça à la Ned Stark o obrigou a decapitar o líder da Casa Karstark e com isso perdeu praticamente metade do seu exército. Rickard traiu Robb e cometeu um ato de extrema crueldade ao assassinar os garotos Lannisters, mas teria sido mais sábio mantê-lo apenas preso. Não foi por falta de aviso. Catelyn, Talisa e Edmure em vão tentaram convencer o jovem lobo a tomar uma atitude menos intempestiva. Agora, ele irá buscar o apoio dos Freys. Mais um erro colossal à vista.

Quem está nadando na fossa da depressão é Jaime. Perder a mão foi demais para ele. Pelo menos, isso está colaborando para a humanização do personagem. Assim como Theon no episódio anterior, Jaime botou para fora muitas coisas que no fundo o atormentam. Ele será eternamente o regicida e isso geralmente tem uma conotação pejorativa. O que Jaime quer que as pessoas entendam é que Aerys não era chamado de Rei Louco por acaso. O cara era um lunático e estava sendo o responsável pela morte de milhares. E foi extremamente apropriado Jaime ter tido esse momento justamente com Brienne. Os laços destes dois personagens se estreitam cada vez mais.

Ao perceber a movimentação dos Tyrell para ganharem influência no norte, Tywin revelou o seu plano atual: casar Tyrion com Sansa e Cersei com Sor Loras. Obviamente, ambos não estão de acordo com essa resolução, mas como ir contra um cara como Tywin? Eu teria medo em não acatar suas exigências.

No frio cortante do outro lado da Muralha, Jon Snow deu mais um passo para convencer os selvagens que ele não é mais um patrulheiro da noite. É claro que esse não foi o motivo que o fez quebrar seus votos. Jon Snow está apaixonado por Ygritte, a selvagem beijada pelo fogo.

Kissed by Fire começou com um duelo bem coreografado, incrementou o jogo político e investiu em pequenos momentos carregados de emotividade. Mais do que isso, preparou o terreno para a reta final de uma excelente temporada.

Nota: 8

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s