Crítica | Cargo (2017)


Minha empolgação com filmes de zumbi diminuiu nos últimos anos. Talvez o que mais contribuiu para isso foi a queda absurda da qualidade do seriado The Walking Dead.  Ficou tão ruim que eu desisti no começo da oitava temporada e quis dar um tempo no gênero.

Só encarei Cargo pela presença de Martin Freeman e porque o curta-metragem que o filme se baseia é absolutamente tocante.

Infelizmente, a roteirista e o diretor não souberam aproveitar o material original que eles mesmos criaram. Muito longe disso.

Em nenhum momento o filme se preocupa em explicar exatamente o que está acontecendo no mundo. Dá para entender que um possível apocalipse zumbi está acabando com tudo. O casal Andy e Kay acha que uma boa chance para sobreviver está em navegar por um rio e fazer algumas coletas.

As coisas são ainda mais difíceis para eles por causa da bebezinha Rosie.

É uma pena que em Cargo os personagens insistam em tomar as piores decisões possíveis. Vários clichês do gênero se fazem presentes e atualmente acho um tanto difícil perdoá-los. Para piorar, existem certas coincidências e encontros inesperados que prejudicam ainda mais a experiência.

O filme flui de uma maneira estranha, pouco natural. Logo no início Andy é mordido e ele vai ter apenas 48 horas para tentar salvar Rosie antes de se transformar. A jornada dos dois em busca de salvação poderia ser bem diferente se ele usasse um pouquinho do bom senso. Mas aí não haveria conteúdo para 1 hora e 45 minutos de filme, não é mesmo?

Apesar do bom ator que é Martin Freeman, me vi pouco envolvido com a missão dele. Minha torcida era para que o filme acabasse o quanto antes.

Pior do que as escolhas erradas de Andy e Kay, só mesmo a presença dos aborígenes, basicamente uma tentativa falha de se fazer crítica social.

Mas tem algo positivo: a fotografia que explora as exuberantes paisagens do outback Australiano. E só.

Não preciso nem dizer que basta ver o curta-metragem. Cargo é uma adaptação das mais insossas e desnecessárias.

Nota: 4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s