the-lady-eveAs Três Noites de Eva, filme estrelado por Henry Fonda e Barbara Stanwyck e dirigido por Preston Sturges, é considerado por alguns críticos como uma das melhores comédias já produzidas em Hollywood, opinião que estou longe de compartilhar. Não que acompanhar os encontros e desencontros da sagaz Jean e do ingênuo Charles seja uma experiência sem atrativos, mas os defeitos da obra acabam ofuscando seus acertos. De positivo temos o ritmo agradável, a brilhante atuação de Barbara Stanwyck, interpretando uma mulher ousada, inteligente e conquistadora e também alguns diálogos e situações engraçadas, com direito a boas doses de tensão sexual. Mas as coisas boas param por aí. A trama é tão absurda que não nos permite embarcar na história. Os personagens passam do amor ao ódio em questão de minutos, isso sem falar na forçada da barra quando Charles não reconhece Jean nas cenas em que esta finge ser uma aristocrata inglesa. As gags visuais repetitivas também não colaboram. Qual a graça de ver o mesmo personagem tropeçando umas 4 vezes em questão de poucos minutos? Ao meu ver, nenhuma. Temos aqui um clássico considerado intocável, mas que não provoca emoções genuínas e que simplesmente não empolga.
6/10