game-of-thrones-4x02

ATENÇÃO PARA OS SPOILERS! NÃO LEIA SE AINDA NÃO ASSISTIU AO EPISÓDIO.

Depois deste ótimo episódio já podemos dizer que a quarta temporada começou a todo vapor. The Lion and the Rose foi ainda melhor que o episódio da semana passada e nos mostrou uma morte das mais relevantes do seriado até agora, que tem a possibilidade de mudar muito os rumos da história. Mas vamos deixar isso para o fim do texto.

Logo no início vemos o estado digno de pena no qual se encontra Theon Greyjoy. Não bastasse ele ter sido esfolado e ter perdido a masculinidade, Theon acompanha Ramsay em seus jogos violentos e doentios como se fosse um animal domesticado. Depois de ter sofrido tanto nas mãos do bastardo de Bolton, ele simplesmente não consegue enfrentá-lo, como ficou provado quando Theon fez a barba de Ramsay sem lhe tirar uma gota de sangue. Quem não gostou muito dessa situação foi Roose Bolton, que queria utilizar o herdeiro Greyjoy como moeda de troca.

Detalhe para o humor negro: a cena seguinte a essa que descrevi mostra Tyrion começando a degustar uma salsicha. Coitado de Theon!

Falando em Tyrion, fazia tempo que ele não sofria tanto. O “duende” precisou cortar as relações com Shae de uma vez por todas. Ou isso ou garota corria o risco de perder a vida bem rápido, já que Cersei estava bem informada do relacionamento da garota com o irmão. Esse foi só o começo do sofrimento de Tyrion aqui.

O episódio mostrou algumas cenas centradas em Bran Stark e em Stannis. O garoto Stark recebe um tipo de visão que lhe indica o caminho a seguir e Stannis percebe que Melisandre e o Senhor da Luz ganham cada vez mais poder e influência.

Mas é claro que o destaque vai para o casamento de Joffrey e Margaery Tyrell. Eu costumo ter uma imaginação relativamente fértil, mas devo dizer que o pessoal da HBO conseguiu deixar essa sequência ainda mais interessante do que eu imaginava quando li o livro.

Tudo parecia correr normalmente: Joffrey manifestando sua arrogância de sempre, se divertindo com o sofrimento dos outros, Cersei e Jaime expressando que sentem muito ciúmes um do outro, Oberyn dando indiretas para Tywin e assim por diante.

Eis que Joffrey começa a humilhar Tyrion de uma maneira brutal. Primeiro ele ordena o tio a participar de um combate contra uma trupe de anões de circo, depois joga vinho na cabeça dele e, em seguida, o obriga a servi-lo. O garoto toma o vinho, come alguns pedaços de bolo e começa a passar mal. Rapidamente, Joffrey sangra e parte dessa para uma melhor. É isso mesmo. O provável personagem mais odiado de Game of Thrones morreu! E todas as suspeitas recaem sobre Tyrion, que vai preso a mando de uma desesperada Cersei.

Um detalhe que pode ter passado batido por alguns é um comentário feito por Olenna Redwyne no início da festa, no qual ela fala sobre a crueldade de se tirar a vida de um recém-casado, se referindo ao destino de Robb Stark.

Afinal, quem envenenou Joffrey? A resposta virá.

Mais uma vez somos surpreendidos por um acontecimento chave em Game of Thrones. É claro que não foi algo tão intenso como o Casamento Vermelho (mesmo porque nesse caso foi uma morte que agradou aos fãs da série), mas segue a ideia de que nenhum personagem é intocável e que tudo pode acontecer. Agora as coisas ficam ainda mais confusas em relação ao trono. Quem comandará o reino daqui para frente? E como os outros pretendentes à coroa receberão a notícia da morte de Joffrey? .
9.5/10

– casamentos em game of thrones possuem finais um tanto inesperados.
– margaery tyrell é viúva pela segunda vez. a garota, definitivamente, não é um bom partido!
– por onde anda o mindinho?