under-the-dome-outbreakMais uma vez Under the Dome nos oferece um episódio em que um problema em particular aparece e precisa da união de alguns habitantes de Chester’s Mill para ser resolvido. Se o seriado seguir investindo nessa fórmula que seja com ótimos episódios como esse.

Absurdos à parte, foi interessante acompanhar o surto de meningite que se alastrou pela cidade. O hospital em que os pacientes foram levados estava sem o médico mais confiável e com falta de antibióticos. O reverendo fez questão de roubar vários remédios e queimá-los, afirmando que a situação em que a cidade se encontra é a vontade de Deus. Sempre tem um fanático religioso em trabalhos do Stephen King não é mesmo?

Por incrível que pareça, Júnior salva o dia ao impedir que os pacientes saiam do hospital. Ele soube controlar as pessoas e ganhou o respeito do pai, de Linda e até o nosso. Mas aí nos lembramos do que ele fez com Angie, que agora está prestes a se afogar no bunker. Big Jim encontra a garota, mas o que será que ele vai fazer agora? Tudo o que ele quer é que o filho seja respeitado e se a cidade souber que o rapaz sequestrou Angie ele vai virar um pária, no mínimo.

Finalmente descobrimos que Barbie é um tipo de cobrador, daqueles que usam a violência contra os devedores. O marido de Julia devia bastante para o patrão de Barbie e deu no que deu.

Quanto a trama principal, um mistério foi adicionado: e se a redoma for algo sobrenatural? Talvez isso explique o total desconhecimento dos militares a respeito dela. Mais intrigante ainda foi ver Joe e Norrie convulsionando após se tocarem e o garoto fazendo um sinal de silêncio para o celular que gravava a situação. Momento realmente tenso.

É justo dizer que este é o melhor episódio até aqui. O ritmo frenético, algumas revelações e a adição de uma ideia estimulante fizeram destes 45 minutos um excelente entretenimento.
8/10