vikings-1x04-trial

 

A segunda viagem dos vikings para a Inglaterra revelou-se bem mais complicada do que a primeira. Por mais que a investida na cidade tenha rendido bons espólios, os ingleses prepararam uma emboscada na praia e o resultado foi bastante sangrento, culminando na morte de alguns nórdicos.
Durante o assalto à cidade, Knut estava prestes a estuprar uma saxã quando foi impedido por Lagertha. É óbvio que isso não ia acabar bem para algum dos dois e, felizmente, a mulher de Ragnar demonstrou ser de fato muito habilidosa com a espada.
Um dos grandes momentos do episódio foi esse confronto entre os vikings e os soldados ingleses. Foi possível ver ali táticas de batalha muito interessantes e eficientes por parte dos nórdicos, inclusive sobrando tempo para que Rollo recitasse uma poesia durante a luta. Se não foi um momento épico, chegou bem perto disso.
Fica clara a essência bélica do povo viking aqui. Um inglês até chega a dizer que “eles não tem medo de enfrentar a morte”. E é bem por aí. Rollo aceita a morte de um companheiro por ter a certeza de que agora ele está em algum lugar melhor, no caso, Valhalla.
No retorno da viagem, confesso que fiquei tenso ao ver Earl tentando jogar um irmão contra o outro. Quase acreditei que Rollo aceitaria testemunhar contra Ragnar sobre a morte de Knut, mas ainda bem que fui surpreendido pela atitude de Rollo. Parece que o laço dos irmãos é maior do que eu pensava, apesar de Rollo dar a entender que fez o que fez pensando em Lagertha.
As expectativas de um futuro sombrio e violento são anunciadas pelo vidente. O final com Ragnar se preparando nos dá a certeza que muitas coisas vão acontecer. Trial foi um bom episódio por si só, mas ele serve principalmente para nos deixar ansiosos pelo próximo.
8/10