get-the-gringo

Plano de Fuga possui uma trama absurda, mas que oferece boas doses de humor e de tiroteios, além da presença carismática de Mel Gibson. Apesar de uma certa dificuldade inicial, conseguimos entrar na história. Sem nunca revelar o seu nome verdadeiro, o personagem de Mel Gibson é preso após tentar fugir com a quantia de 2 milhões de dólares. Ele está em uma prisão no México e logo descobre que o local possui uma rotina bem peculiar, para não dizer outra coisa. Ele próprio se questiona se está numa prisão ou no pior shopping do mundo, afinal os presos podem comprar bebidas, alugar quartos mais confortáveis, contar com a presença da família e outras coisas, mas tudo em meio a muita sujeira, drogas e violência.
O desenrolar dos acontecimentos se dá de uma maneira nada verossímil, mas não dá pra negar que Mel Gibson segura o filme e que o diretor Adrian Grunberg cria cenas eficientes com a câmera lenta. É o tipo do filme que consegue entreter, mas que não nos deixa com vontade de revê-lo no futuro.
6/10