Review: The Walking Dead 3×05 – Say the Word


Como era de se esperar, este quinto episódio da terceira temporada não alcança o mesmo grau de tensão do que o anterior, mas isso não quer dizer que os personagens não passem por situações de extremo perigo e desconforto.  
Rick ainda parece não acreditar em tudo o que aconteceu. Ele tem um acesso de raiva monstruoso e simplesmente pega um machado e vai para as entranhas da prisão matar todo e qualquer errante que apareça na sua frente. Como de praxe, não faltam violentas mortes de zumbis. Rick já nos deixou devidamente informados de que ele não é mais o cara bonzinho de antes, mas aqui ele elevou isso para um outro nível. Pelo jeito vai demorar para que ele aceite a morte de Lori.
Aliás, ela morreu de fato ou será que está vagando pela prisão como zumbi? Isso não ficou bem claro aqui, assim como a possível morte de Carol. Sinceramente, acho que deixar um ar de ambiguidade em relação a morte de alguns personagens não é algo muito benéfico para o seriado. Ficamos boa parte da segunda temporada sem ter certeza do que aconteceu com a garota Sofia e torço para que isso não se repita agora com a Carol. A temporada está boa demais para que os roteiristas resolvam enrolar nesse sentido.
Enquanto Rick surta, Daryl e Maggie vão atrás de uma fórmula infantil para o bebê ainda sem nome. Fico imaginando a dificuldade de criar um bebê sem mãe em um mundo tomado pelo apocalipse-zumbi. A escassez de alimento é só um de uma infinidade de problemas que eles terão de enfrentar.
Em Woodbury as coisas começam a ficar bizarras.  Vemos o Governador penteando o que aparenta ser sua filha,  mas que na verdade é sua versão zumbi. Essa cena já basta para ficarmos cientes de quão perturbado é esse personagem, mas isso fica ainda mais evidente na sequência da “arena dos zumbis”. Para um momento de diversão nada melhor do que uma luta em um ringue em que as cordas foram substituídas por zumbis, não é mesmo? Ou pelo menos é isso o que pensam o Governador e os outros habitantes de Woodbury. Michonne já demonstrava uma enorme desconfiança desde o primeiro momento que entrou nesse lugar, mas só agora Andrea parece aceitar que há algo de errado por ali.
Como está virando rotina nessa temporada o episódio passa num piscar de olhos. Como a cereja do bolo, dessa vez somos presenteados com uma cena final dona de um cliffhanger impactante, daqueles que nos deixam muito ansiosos para o desenrolar da situação.
8/10

2 comentários em “Review: The Walking Dead 3×05 – Say the Word”

  1. Minha filha caçula descobriu The Walking Dead e está adorando. Insistiu para que eu visse mas ainda não tomei coragem. Continuo detestando filmes de zumbi, Zumbilandia foi uma exceção…

    1. Shaun of the Dead tem um estilo parecido com Zumbilândia… vale a pena.

      Qto a The Walking Dead… é totalmente diferente! aqui a barra é muito mais pesada hehe… mas não custa nada dar uma chance!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s