Nesta ficção científica a tal invasão do título não se dá através de épicas batalhas aéreas, mas sim com os aliens já na Terra, disfarçados de seres humanos, roubando aos poucos nossos recursos e contribuindo da pior maneira possível para o aquecimento global. Zane (Charlie Sheen) é um astrofísico que capta um sinal misterioso e, em suas investigações, torna-se alvo de um grupo que tem muito a esconder. Temos aqui a velha história do solitário cientista querendo provar aos outros a existência de seres de outro planeta. Por um tempo, A Invasão consegue manter uma sensação de paranoia interessante, mas quanto mais descobertas são feitas, mais o filme perde a graça. De qualquer forma, o ar de filme B nos permite relevar certas forçadas de barra do roteiro e os efeitos especiais não tão competentes. Charlie Sheen demonstra energia e carisma, segurando as pontas. Pode não adicionar nada de muito relevante ao gênero, mas ao menos diverte.
5/10