Finalmente pude assistir as quase quatro horas deste épico americano e devo dizer que foram horas muito bem empregadas. …E O Vento Levou é o maior exemplo de como um épico deve ser. A história se passa durante a Guerra da Secessão e ficamos no ponto de vista dos sulistas, mais especificamente, da grande personagem do filme: Scarlett O’Hara (Vivien Leigh). É difícil definir se Scarlett é heroína ou vilã, mas o fato é que trata-se de uma mulher que enfrenta uma drástica mudança no rumo da sua vida, demonstrando uma impressionante força de vontade para se adaptar as novas situações. A atuação de Vivien Leigh é daquelas para ser admirada eternamente. O filme levou 8 Oscar em 1940 e é claro que Leigh recebeu a merecida estatueta de melhor atriz. No filme podemos encontrar muita coisa, desde romance, guerra, mortes, até momentos de humor e muito mais. Impossível não celebrar também um dos maiores êxitos da obra, a belíssima fotografia. Não dá para discordar, não é?

O objetivo maior do post era mesmo demonstrar a beleza dessa fotografia, tão admirada pelos amantes do filme e do cinema em geral.