Quentin Tarantino fez Cães de Aluguel na raça e no talento. Passou a vida vendo filmes e chegou a conclusão que tinha algo a mostrar. Já no seu primeiro trabalho, o diretor cria um estilo todo próprio, que tem como características principais as referências ao mundo pop, uma trilha sonora inserida nos momentos certos, humor negro, monólogos de alguns personagens e muito sangue.
Cães de Aluguel tem uma história simples: um grupo de ladrões se reúne em um galpão após um assalto a uma joalheria que deu errado. O objetivo deles é desmascarar um possível traidor. Apesar da história não ser das mais elaboradas, a estrutura narrativa com seus flashbacks é sempre interessante, assim como os diálogos inteligentes dos personagens.
A violência gráfica é digna de nota, mas nada que seja tão perturbador assim, apesar da famosa cena da orelha. Talvez este seja o melhor trabalho de atores como Tim Roth, Harvey Keitel e Michael Madsen. Um excelente início de um dos grandes diretores da atualidade.
8/10
IMDb