Crítica: Antes Que o Mundo Acabe (2010)

Mesmo não sendo muito original, Antes Que o Mundo Acabe encanta pela honestidade e sensibilidade. O batido tema da passagem da adolescência é trabalhado com uma simplicidade que agrada. Pela facilidade que temos de nos identificar com certas situações ele nos conquista.

Como assistir a este filme e não lembrar do primeiro porre ou da primeira decepção amorosa? Esse ar de nostalgia já faria tudo valer a pena, mas ele nos reserva mais momentos marcantes. Claro, falo principalmente de toda a relação de Daniel com o seu pai verdadeiro, um fotógrafo que vive na Tailândia.

A trilha sonora bem empregada, a fotografia com cores vivas e um roteiro que mistura leveza e profundidade fazem de Antes Que o Mundo Acabe um daqueles filmes que passam voando, mas que você torce para que dure bastante.

8/10
IMDb 

4 comentários em “Crítica: Antes Que o Mundo Acabe (2010)”

  1. Que susto! ACABEI de conferir esse filme e ele aparece como atualização no twitter pela @SociedadeBBC. Concordo plenamente com o que escreveu, inclusive demos a MESMA nota. Engraçado isso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s