Apesar de obviamente feito sem pretensões de passar algum tipo de mensagem, Battle Los Angeles não consegue empolgar nem na sua única suposta qualidade: a ação. A sucessão de cenas repletas de tiros e explosões nada mais é do que uma experiência confusa, cansativa e irritante. Não dá para  saber quem é quem no meio desse caos e corremos o risco de ficarmos enjoados graças a câmera exageradamente tremida.
Não existe nenhum tipo de antecipação em relação a invasão alienígena. Do nada já estamos no meio de uma batalha pela sobrevivência. Qual a graça? Por que não trabalhar essa situação de uma maneira que o suspense e a tensão cresçam a cada minuto?
É difícil aceitar o fato da Terra ser atacada e os soldados americanos em vez de aparentarem preocupação e medo, ficarem fazendo piadinhas estúpidas e sem graça a cada tiro, a cada morte. Isso sem contar os inúmeros clichês de filmes de ação, principalmente aqueles que envolvem atos heróicos e suicídas.
Dizer que Battle Los Angeles é desse jeito por não querer ser mais do que um filme de ação é uma péssima desculpa para a falta inspiração.

3/10
IMDb