O Casamento do meu Ex é uma comédia romântica que, além de não ter romance, não faz rir. Parece um paradoxo, mas é verdade. Como se não bastasse, como a tradução do título sugere, o roteiro é um grande clichê. Nada de novo é adicionado a este assunto batido e quase tudo que se desenrola na tela é inverossímel. Fico imaginando o que o personagem principal tem de especial para fazer a cabeça de duas mulheres bonitas e inteligentes, sendo que uma delas foi muito mal tratada por ele em um passado recente. O filme poderia ter sucesso no lado cômico, mas as tentativas de se fazer humor são frustradas. É constrangedor ver os discursos no casamento. Não sei vocês, mas eu não consigo rir da vergonha alheia, a não ser que seja algo bem trabalhado e não muito ofensivo, o que não é o caso.

O elenco tem o seu valor, mas o roteiro não deixa que eles se destaquem e nos façam esquecer da história fraca. Para não parecer um ranzinza, devo enaltecer o trabalho de fotografia e até mesmo da direção, que oferecem um ar indie e descompromissado para o filme, mas o desfecho é mais um lembrete de como faltou inspiração para este trabalho. Os pequenos acertos acabam ficando esquecidos devido a gritante intensidades dos erros.