Em Os 39 Degraus notamos um Hitchcock um tanto diferente do que estamos acostumados a ver, principalmente pela ausência daquele suspense sufocante de filmes como Psicose e Janela Indiscreta. Diferente, mas não menos interessante. É um thriller de perseguição em que a comédia e o absurdo tem papéis importantes. O tema do homem errado perseguido, algo muito explorado na filmografia do diretor, é a essência de Os 39 Degraus. O ator Robert Donat entrega uma atuação marcante e atemporal, sendo um dos grandes trunfos do trabalho. Não é exagero dizer que Hitchcock passou a ter mais moral por causa deste filme. O requite técnico está em cada em cena. O potencial do jovem Hitchcock fica claro. É um filme que investe em mistério, teoria da conspiração e em um jogo de gato e rato prazeroso de se assistir. Pode não figurar entre os melhores do diretor, mas merece uma atenção especial.
IMDb

Alfred Hitchcock