The Pacific – Parte Dois: Basilone

Mais um excelente episódio desta mini-série que promete muito. Achei melhor do que a estreia. Estamos desenvolvendo aquele laço afetivo tão importante com os personagens, ainda mais em uma obra que retrata uma guerra, pois o número de participantes é imenso. Se não nos importassemos com os personagens a experiência não teria o mesmo valor.

O fato de se alistar para participar uma guerra representa um sacrifício enorme e este episódio retrata atos de altruísmo dentro de uma guerra que influenciam bastante no resultado do conflito. Como exemplo, cito a cena em que Basilone não hesita em segurar um armamento pesado e extremamente quente para transporta-lo para outro lugar. As queimaduras de segundo e terceiro grau não têm importância. O que importa é ajudar os companheiros e evitar o avanço do inimigo.

Cenas de ação dificilmente me empolgam, a não ser quando são extremamente bem realizadas. É o que aconteceu aqui. Fiquei simplesmente hipnotizado com a feroz batalha travada nestas ilhas do Pacífico. O diretor David Nutter soube como transmitir o medo, a violência e a adrenalina envolvidas em algo dessa magnitude. Não custa lembrar que ele dirigiu um episódio de Band of Brothers, portanto é alguém habituado com este tipo de cena.

Então, é isso. Fiz este post apenas para incentivar quem está na dúvida se deve acompanhar a mini-série ou não. É uma excelente pedida.

Uma consideração sobre “The Pacific – Parte Dois: Basilone”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s