Finalmente o trabalho desse genial ator foi reconhecido. Enfim, Michael C. Hall ganha o Globo de Ouro de melhor ator por um seriado. Foi a quarta indicação seguida dele, todas pelo seriado Dexter. Ele já merecia ter ganho antes, principalmente pelo o que fez na segunda temporada. Na verdade, uma indicação e um prêmio pela sua atuação na fantástica Six Feet Under também seriam justos.

Ele foi diagnosticado com Doença de Hodgkin e está em tratamento. Há quem possa dizer que ficaram com pena do cara e deram o prêmio. Errado. Como bem lembrou o colega Louis Vidovix o fato veio a público depois das votações já terem sido encerradas.

É bacana quando dão os prêmios para a pessoa certa.

Quero muito que ele se recupere, continue fazendo de Dexter uma das grandes séries de todos os tempos e que se arrisque mais no cinema.

O cara é foda!

*** Mudando de assunto, esse blog está assumindo um compromisso de fazer uma resenha de pelo menos uma estreia da semana. Para essa semana escolhemos Premonição 4 e Um Olhar do Paraíso, que teoricamente entram em cartaz dia 22/01.

– Por B. Knott